Rede Lopes

Estamos conectados ao maior banco de imóveis compartilhado da América Latina.

Bonjour Paris

São Paulo, 28 de janeiro de 2021

Saudade de viajar para uma cidade cosmopolita e cheia de atrações, não é mesmo? Enquanto as restrições relacionadas à pandemia continuam valendo, que tal passear por alguns dos endereços mais icônicos de Paris junto com os engraçados e sedutores personagens de Lupin, Emily em Paris e Dix Pour Cent?

Lupin, com o excelente ator Omar Sy (de Os Intocáveis), fez um sucesso inesperado na Netflix: lançada em 8 de janeiro, superou O Gambito da Rainha e Bridgerton em número de visualizações, alcançando 70 milhões. O protagonista é um imigrante senegalês chamado Assane Diop que, numa cruzada para vingar a morte do pai, acusado injustamente de um crime, planeja e executa uma série de roubos mirabolantes. O primeiro deles é imperdível: trabalhando como faxineiro no Museu do Louvre, ele decide roubar um colar que pertenceu a Maria Antonieta. As cenas são espetaculares, com direito a uma Ferrari vermelha invadindo a parte envidraçada do museu.

Os golpes de Assane são surpreendentes porque ele se inspira nos livros de Maurice Leblanc (1864-1941), criador do astuto ladrão Arsène Lupin, de quem é fã desde a adolescência. O bacana dessa série tão bem urdida é que o lado romântico e sentimental do personagem também é mostrado, evidenciando sua alegre relação com o filho e a ex-mulher. Paris, nem é preciso dizer, aparece com todo seu charme e elegância.

Emily em Paris é do mesmo produtor da série Sex and The City, uma verdadeira febre no final dos anos 1990 e início dos 2000. Se na anterior a locação com status de personagem era a cidade de Nova York, nesta ele quis fazer uma “carta de amor a Paris” – em suas próprias palavras. Emily, interpretada por Lily Collins, é uma jovem americana que desembarca na Cidade Luz a trabalho e ainda sem falar o idioma, o que rende muitas cenas óbvias e até meio clichês de franceses mal-humorados interagindo com a incansável e inquebrantável garota. Dica: fique de olhos nas paisagens e também nos figurinos, muito elegantes e criativos.


A quarta temporada de Dix Pour Cent acaba de estrear na Netflix, mas quem ainda não mergulhou na divertida e emocionante história dos quatro agentes de artistas de Paris não pode perder os capítulos anteriores. A expressiva Camille Cottin interpreta a personagem mais cativante e histriônica, uma agente de artistas homossexual, ambiciosa e atrapalhada que acaba grávida. Os quatro agentes – além dela, Grégory Montel, Thibaut de Montalembert e Liliane Rovère – vivem às voltas com seus complicados clientes, todos grandes nomes do cinema francês.

Para se ter uma ideia, nas três primeiras temporadas teve participação especial de quase 30 celebridades, incluindo Isabelle Adjani, Isabelle Huppert, Juliette Binoche, Jean Dujardin e Monica Bellucci. Na atual, tem até a atriz norte-americana Sigourney Weaver, aquela da série de filmes Alien. Esse desfile de estrelas, mais os cafés, parques, pontes e bulevares parisienses garantem boas sessões no sofá.



Posts recentes

Fazenda Boa Vista: casas de campo para viver o melhor da vida

Casas extraordinárias próximo à capital paulista que são um refúgio para o relaxamento Não há dúvidas sobre o quanto pode ser desgastante manter uma rotina de compromissos em grandes centros urbanos como São Paulo. Ter um refúgio particular, mais especificamente uma casa de campo em São Paulo, onde o acesso é fácil, com deslocamento tranquilo, […]

Leia Mais
Um exclusivo paraíso tropical na costa australiana

Patrimônio mundial da Unesco localizada na Austrália, a aproximadamente 600 quilômetros da costa do país, a ilha Lord Howe é um verdadeiro paraíso tropical a ser descoberto e saboreado com tranquilidade. Com apenas 11 quilômetros de comprimento, 2 de largura e cerca de 380 moradores permanentes, trata-se de um dos destinos mais procurados por quem […]

Leia Mais