Rede Lopes

Estamos conectados ao maior banco de imóveis compartilhado da América Latina.

Um exclusivo paraíso tropical na costa australiana

São Paulo, 7 de abril de 2022

Patrimônio mundial da Unesco localizada na Austrália, a aproximadamente 600 quilômetros da costa do país, a ilha Lord Howe é um verdadeiro paraíso tropical a ser descoberto e saboreado com tranquilidade. Com apenas 11 quilômetros de comprimento, 2 de largura e cerca de 380 moradores permanentes, trata-se de um dos destinos mais procurados por quem busca exclusividade, natureza intocada e luxo sem frescuras.

Conhecer as praias de águas transparentes salpicadas de peixes multicoloridos, a espetacular geografia vulcânica, animais raros e plantas nativas só vistas por lá exige do turista um tempo de preparo e cuidados. Só 400 viajantes podem estar na ilha de cada vez, e as acomodações devem ser reservadas com um ano de antecedência. Não há camping e as opções de hospedagem são todas de luxo, assim como os restaurantes.

Mesmo com essa exclusividade, o clima geral na ilha é de total descontração. O principal meio de locomoção pelas estradas estreitas com túneis de palmeiras é a bicicleta, e as compras de frutas e aluguel de objetos para mergulho ou para praticar golfe no campo de nove buracos são realizadas mediante o depósito de moedas em caixinhas para esse fim, sem a presença de pessoas.

David Attenborough, um dos mais famosos naturalistas do mundo e autor de documentários imperdíveis sobre a natureza, considerou que Lord Howe é tão extraordinária que é quase inacreditável, tão marcante quanto intocada. Como a paisagem é muito diversificada, de praias com areias brancas a montanhas íngremes, passando por uma floresta tropical, há muitas atividades ao ar livre para fazer, incluindo surfe, mountain bike e boliche de grama. Os guias locais conhecem profundamente a fauna e a flora, o que torna excursões como a do Monte Gower, que dura um dia inteiro, uma verdadeira aula.

A ilha foi descoberta em 1788, e muitos dos moradores são descendentes dos primeiros colonizadores europeus que se estabeleceram no local em 1833. O turismo, que se intensificou nos anos 1980, acendeu o sinal de alerta junto aos habitantes, que logo passaram a tomar medidas para proteger o habitat natural, ameaçado por espécies invasoras, poluição e desenvolvimento. Decidiram limitar o número de visitantes a 400, o que permanece até hoje. As regras e políticas ambientais são rígidas: só os residentes podem ter carros, aparelhos de ar condicionado são proibidos e o Conselho eleito precisa autorizar o corte de galhos de árvores.

Uma das opções de hospedagem é o Capella Lodge, um resort de apenas nove suítes que coleta água da chuva e usa água de poço para regar o jardim e limpar os ambientes. As frutas, legumes e verduras são cultivados na própria ilha, e uma vez a cada 15 dias uma barca traz alimentos e suprimentos do continente. O chef do resort acabou por criar maravilhas gastronômicas com ingredientes locais, como as algas recolhidas na costa e peixes frescos fornecidos por pescadores.

 

A ilha Lord Howe, a 600 quilômetros da costa australiana, é um paraíso tropical de águas límpidas, peixes coloridos e montanhas espetaculares. Exclusiva e com uma natureza intocada, só recebe 400 turistas a cada vez.

 



Posts recentes

Wellness no mercado imobiliário

O conceito ganhou relevância quando o assunto é ativo econômico. Wellness foi umas das tendências mais aceleradas no mercado imobiliário nos últimos dois anos. Segundo o Global Wellness Institute, o mercado imobiliário de bem-estar apresenta crescimento médio anual de 6,4% desde 2015 e pode chegar a US$ 197 bilhões ainda este ano. Quando o assunto […]

Leia Mais
Prepare-se para a noite de gala do cinema

A cerimônia do Oscar é um dos eventos mais disputados do mundo, com seu tapete vermelho cheio de glamour, tiradas bem-humoradas dos apresentadores e discursos inspirados de celebridades. Este ano, a cerimônia promete ser majestosa, com transmissão no dia 27 de março, a partir do Dolby Theatre, de Los Angeles. No Brasil, a Rede Globo […]

Leia Mais